‘Marketplace’ (shopping virtual) ajuda o Comércio eletrônico fatura R$ 75 bilhões no Brasil em 2019

O faturamento do comércio eletrônico atingiu R$ 75,1 bilhões em 2019, com uma alta nominal (sem considerar a inflação) de 22,7% em relação ao ano anterior, de acordo com dados do relatório NeoTrust.

O comércio eletrônico tem mudado a maneira como as pessoas compram, vendem e até mesmo trocam produtos e serviços. Por conseguinte, isso tem impacto na forma como as empresas se organizam e se relacionam com o cliente. O fator tecnológico e de comunicação possibilitou quebrar paradigmas e aproximar mercados.

O comércio eletrônico tem a participação de vários agentes na realização de sua operação, assim como em qualquer outro negócio de compra e venda.

“O ano de 2019 foi de forte recuperação para o varejo digital. Registramos diversos fatores que impulsionaram o crescimento, com destaque para consolidação do modelo de ‘marketplace’ (shopping virtual) no país, maior integração multicanal, além do aumento do número de consumidores que realizaram pelo menos uma compra on-line”, diz, no relatório, André Dias, diretor-executivo da Compre&Confie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *